Você está em: Página Inicial > Cotidiano
Governador Ratinho Júnior pode vir ao Oeste debater redução do ICMS na tarifa da Copel
Por Assessoria | Postado em: 14/03/2019 - 15:00

Publicidade
Publicidade

Os líderes do movimento de vereadores que atua para a redução do ICMS cobrado pelo Governo do Paraná sobre as tarifas de energia elétrica da Copel saíram otimistas de encontro com o chefe da Casa Civil, Guto Silva.

Os vereadores Gordinho do Suco, de Marechal Cândido Rondon; Ademar Dorfschmidt, de Toledo; Jessica Serra, de Terra Roxa; e Lumi Suga, de Guaíra; discutiram o assunto com o representante do governo estadual na manhã desta quinta-feira (14), em Toledo.

Segundo eles, Guto Silva informou que o governador Ratinho Júnior já tomou conhecimento da mobilização iniciada em janeiro pelas Câmara de Vereadores da região. Inclusive, o chefe da Casa Civil assinalou a possibilidade de, em breve, o próprio governador participar de reunião em Cascavel para debater o assunto, também com a presença da diretoria da Copel.

Antes, no entanto, uma nova reunião do movimento deve ser agendada para as próximas semanas, em Toledo. Nesta, além de vereadores, demais autoridades e população do Oeste paranaense, serão convidados para participar os líderes de cooperativas agroindustriais. “Queremos que este segmento apoie e una-se a este movimento”, declara Gordinho do Suco.

Ele cita que, ainda na reunião com Guto Silva, foram relatados os problemas das constantes quedas de energias que estão ocorrendo na área rural. Isso causa enorme prejuízos ao homem do campo, ainda mais para quem atua na avicultura, suinocultura, pecuária de leite e piscicultura.

Em resposta, o chefe da Casa Civil anunciou que a Copel vai intensificar os investimentos no Oeste do Paraná, especialmente nas redes de transmissão, o que irá minimizar as quedas de energia elétrica.

Outro tema debatido entre os vereadores e Guto Silva foi a apresentação de projeto de lei para isentar da tarifa de energia elétrica as famílias carentes que têm em casa familiar doente e tratado pelo SUS, e que precisa de uso contínuo de aparelhos.

Segundo Gordinho do Suco, o encontro desta quinta-feira foi extremamente positivo e fortaleceu o movimento.

Com índice de 29% de imposto, o Paraná é terceiro Estado do Brasil que mais cobra ICMS da população sobre a fatura de energia elétrica.

 

Portal Nova Santa Rosa
Tecnologia e desenvolvimento