Você está em: Página Inicial > Policial
Justiça decreta prisão preventiva do vereador Adelar Neumann
Por Catve | Postado em: 06/02/2019 - 17:50

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A Justiça decretou a prisão preventiva do vereador de Marechal Cândido Rondon Adelar Neumann. Ele foi preso em flagrante pelo Gaeco (Grupo de Atenção Especial ao Crime Organizado) na segunda-feira (4) se apropriando de parte do salário de um assessor.

Ele foi flagrado no momento em que recebia R$ 2 mil das mãos de um servidor comissionado de Marechal Cândido Rondon, que teria sido indicado ao cargo pelo próprio vereador. De acordo com o Ministério Público ele é acusado de participar de um esquema conhecido como "Rachid" onde o político aproveita o cargo que ocupa para se apropriar de parte dos salários de seus servidores. 

A decisão é do Clairton Mário Spinassi e, com ela, não há previsão para que o vereador seja liberado da prisão. Segundo o juiz, manter Neumann preso é uma forma de "evitar a reiteração criminosa".

É que o vereador, conforme a decisão, tem histórico de obrigar os assessores a fazer o "rachid" do seu salário.

É que em 2013 e 2014, quando era Chefe de Gabinete de Secretaria, ele exigiria o repasse de 50% do salário de uma servidora. 
"Noutras palavras, a conduta criminosa, em tese, atribuída ao autuado, nestes autos, vem sendo reiterada, no mínimo, desde 2013 ou 2014, isto é, há quatro ou cinco anos. Tal circunstância, portanto, indica o risco concreto de, em liberdade, ele continuar a delinquir".

Portal Nova Santa Rosa
Tecnologia e desenvolvimento